A primeira heroína a debutar em um filme solo no Universo cinematográfico da Marvel pode ser desconhecida do grande público, mas suas origens remetem a década de 1960!

Carol Danvers era uma piloto de caça que vinha se destacando em desafiar ocupações militares normalmente dominadas por homens. Inicialmente como uma coadjuvante do herói alienígena Capitão Marvel, Carol logo se tornaria a tentativa da Marvel em representar os movimentos feministas em seu universo através de uma super heroína!

Origens: Miss Marvel

Ms. Marvel 1-23 (1977), Marvel Super-Heroes 10-11 (1990)

Após um incidente com o herói alienígena Capitão Marvel, a Diretora de Segurança da NASA, Carol Danvers, teve sua estrutura genética fundida com DNA Kree, sendo imbuída de poderes incríveis – e eis que surgia uma nova super-heroína! Mas antes de se tornar a Capitã Marvel, Carol foi a Miss Marvel – com direito a ter o escritor máximo dos X-Men, Chris Claremont, escrevendo suas tramas!

Sendo afastada do cargo de chefe de segurança ela passou a trabalhar como editora de uma revista feminina no Clarim Diário de J.Jonah Jameson (sim, o chefe de Peter Parker, o que rende situações impagáveis), ao mesmo tempo em que vive uma crise de identidade e divide o corpo com uma guerreira Kree. Era a tentativa da Marvel em representar de modo simbólico as lutas feministas, com uma super-heroína e seu alter-ego em busca de espaço e de sua própria identidade. Este início é uma das fontes de base para o filme da Capitã!

No Brasil: suas histórias saíram em Heróis da TV 3, 5, 13, 23-25; Capitão América 6, 32, 33 e 63; Superaventuras Marvel 6, 7, 10 e 13 (todos pela editora Abril). Como encadernado temos as três edições iniciais da heroína na coleção “Heróis Mais Poderosos da Marvel nº 60: Miss Marvel” (Salvat).

 

Socializando no Universo Marvel

Marvel Team-Up (1972) 61-62, 76-77; Defenders (1972) 57; Marvel Two-In-One (1974) 51

Com um título solo, nada mais natural do que mostrar a nova personagem interagindo com alguns medalhões da editora para promovê-la. Isso rende participações da Miss Marvel nos títulos do Homem-Aranha, Coisa e os Defensores!

No Brasil: foi lançado o encontro com o Aranha em “A Teia do Aranha” 72 (editora Abril). Pode ser encontrada no encadernado “Homem-Aranha: Grandes Encontros Marvel” (Coleção Marvel Salvat Clássicos XXXVIII).

 

Uma Vingadora

Avengers 168-200 (1977-1980)

Tendo ganho reconhecimento na comunidade  super-heroica, a Miss Marvel foi convidada a se juntar aos Vingadores, por conta da saída da Feiticeira Escarlate da equipe.

E ela prova ser um membro valioso, ajudando a derrotar diversos super-vilões e participando de arcos de peso da equipe como a “Saga de Korvac” e “Noites de Wundagore”. Mas mal sabia ela que sua primeira passagem pelos Vingadores não terminaria nada bem…

No Brasil: Heróis da TV 87-89, 91-99; Grandes Heróis Marvel 14 e 17, Superaventuras Marvel 59 e Capitão América 89 (todos pela editora Abril). Como encadernado temos histórias na “Coleção Histórica Marvel Vingadores” nº 4 (Panini) e na”Coleção Marvel Salvat: Vingadores – A saga de Korvac”. 

 

Traída pelos amigos


Avengers Annual 10 (1981)

Tudo começou com “Avengers” 200, onde Carol foi basicamente manipulada, estuprada e impregnada por um homem chamado Marcus Immortus e então deu à luz uma versão em miniatura do próprio. Fatos no mínimo polêmicos!

Chris Claremont teve a difícil tarefa de tentar limpar a barra da personagem. O resultado foi uma história memorável! O escritor introduz a mutante Vampira ao Universo Marvel e coloca os Vingadores contra a Irmandade de Mutantes num combate épico. Mas, mais importante ainda, Claremont faz Carol confrontar seus companheiros Vingadores por terem permitido que ela fosse arrastada por Marcus em primeiro lugar. Um dos grandes momentos da personagem e dos próprios Vingadores!

No Brasil: pode ser vista em formatinho em “Heróis da TV 100” (editora Abril) ou encadernada na “Coleção Histórica Marvel X-Men n°4” (Panini).

 

Binária e os X-Men

Uncanny X-Men 158-167 e 171 (1982/1983)

Depois das polêmicas no fim de sua passagem pelos Vingadores, o retorno ao jogo dos super-heróis foi junto ao grupo dos X-Men durante a célebre fase do escritor Chris Claremont.

Para os desavisados, Carol teve suas capacidades absorvidas de forma permanente pela mutante Vampira (inicialmente uma vilã), o que deixou a heroína sem poderes por algum tempo. Nesta fase, além de buscar sua desforra contra Vampira, Carol se envolve numa aventura espacial dos X-Men contra a raça alienígena “Ninhada”. Capturada ela é submetida a experiências e torna-se poderosíssima na sua versão chamada “Binária”!

No Brasil: apesar de fazer parte dos X-Men a partir da edição 150 como coadjuvante, Carol tem destaque a partir do nº 158. Histórias que podem ser vistas em Superaventuras Marvel 64-67, 69-71, 73 e X-Men 4 (tudo pela Editora Abril). Em encadernados temos isso na Coleção Histórica X-Men 6-8 (Panini).

 

De volta aos Vingadores

Avengers vol.3 #1-56 (1998-2004)

Após um longo hiato na década de 1990, a Miss Marvel, agora com o codinome “Warbird” retorna aos Vingadores durante um confronto destes com a raça Kree.

Acumulando frustrações em sua vida pessoal e super-heroica, e com seus poderes binários fora de controle, Carol se entrega ao alcoolismo. Isso rende uma aproximação com Tony Stark, o Homem de Ferro, que sofrera do mesmo vício. Com os Vingadores prestes a se tornarem o carro chefe da editora, foi o início de uma participação mais constante, e importante, da personagem nos eventos do universo Marvel!

No Brasil: em mensais saíram em “Grandes Heróis Marvel” 2ª série 1 e 6, “Marvel 2000” nº3, “Grandes Heroís Marvel Premium” 1-4 e “Homem-Aranha Premium” 9-17 todos pela Editora Abril. A seguir passa a ser publicado pela Panini em “Wizard” 16 e 17, “Marvel 2002” 1-12, “Marvel 2003” 1-12, “Marvel 2004” 1 e “Poderosos Vingadores” 1-5.

A Salvat lançou toda a fase Busiek com desenhos de George Perez em belíssimos volumes na “Marvel Edição Especial Limitada Vingadores” 1-3! O arco Ultron Ilimitado também saiu em “Os Heróis Mais Poderosos da Marvel n° 1: Vingadores”.

 

Nova série solo

Miss Marvel vol.2 (2006-2010) 1-50

Após viver em outra realidade na saga “Dinastia M”, Carol Danvers vislumbrou todo o seu potencial e se sente muito aquém de tudo o que poderia ser. Nesta nova série solo ela embarca em uma tentativa de se tornar a maior heroína do mundo… ou ao menos a melhor que ela puder!

Chances não faltam pra isso pois ela tem de lidar com um sem número de ameaças, sejam invasões alienígenas, vilões escravizando mulheres… e a eclosão da Guerra Civil entre os super humanos capitaneada pelo Capitão América e o Homem de Ferro (adivinhe de que lado Carol ficou)!

No Brasil: Novos Vingadores vol.1 (Panini) 40-44, 46-70, 72 e 73.

 

A líder dos Poderosos Vingadores

Mighty Avengers 1-20 (2007)

Depois dos eventos da Guerra Civil, Carol é convidada por Tony Stark a se tornar a líder de campo dos Vingadores registrados.

Uma tarefa nada fácil pois a equipe tem de lidar com a volta de Ultron, o Dr. Destino, um exército de simbiontes (leia-se Venoms)… e a terrível descoberta de que a raça humana sofreu uma infiltração Skrull num nível jamais visto!

No Brasil: Avante Vingadores 15-35 (Panini). Sairam como encadernados Deluxe sendo estes “Poderosos Vingadores – A Iniciativa Ultron” e “Poderosos Vingadores – Invasão Secreta”(Panini). 

 

Enfim, a Capitã Marvel!

Captain Marvel vol.1 (2012) 1-17, Captain Marvel vol.2 (2014) 1-15, Captain Marvel and the Carol Corps 1-4, A-Force (2015) 1-5

Estimulada pelo Capitão América, Carol decide assumir o manto do falecido herói Kree Mar-Vell (a fonte de seus poderes e inspiração), adotando seu codinome e tornando-se a Capitã Marvel!

Depois de ter sido uma piloto e Vingadora, Carol abraça seu legado e assume a posição de aventureira espacial, tendo de lidar com novas e velhas ameaças. Esta fase, escrita por Kelly Sue DeConnick, joga a personagem no protagonismo do universo Marvel conectando-a com grandes sagas como Infinito e Guerras Secretas. É uma das fontes de base para o filme da Capitã e uma boa pedida para leitores iniciantes!

No Brasil: Capitã Marvel 1-3; Universo Marvel 3ª Série 22-25, 28-35; Guardiões da Galáxia & X-Men-O Vórtice Negro; Guerras Secretas – Capitã Marvel e Guerras Secretas – Os Vingadores n° 2 (todas pela Panini). Em encadernados temos “Heróis Mais Poderosos da Marvel nº60 – Miss Marvel” (Salvat) e “Capitã Marvel – Mais Alto, Mais Longe, Mais Rápido e Mais”(Panini).

 

A líder da Tropa Alfa

Captain Marvel (2016) 1-10, The Mighty Captain Marvel (2016) 0-9, 125-130 e The Ultimates 2 #1-10

Após as Guerras Secretas, a Capitã ganhou um novo título, bem como uma nova equipe criativa, e passa a liderar dois grupos: a Tropa Alfa (sim, a equipe criada por John Byrne!) e a nova equipe dos Supremos em eventos que culminam na Guerra Civil II (em que ela tem um papel central) e na fase “Legado” da Marvel!

No Brasil: Avante, Vingadores! 3ª Série 1-23(Panini)

 

Guerra Civil II

Civil War II 1-8 (2016)

Com o surgimento de um novo Inumano chamado Ulisses com o poder de prever o futuro, a Capitã Marvel e o Homem de Ferro entram em desacordo sobre o que fazer com esse conhecimento. É certo agir agora sobre crimes que ainda serão cometidos? Os fins justificam os meios? E quão confiável é Ulisses?

Com uma nova Guerra Civil super humana em erupção, Carol Danvers toma a frente no conflito. Mas até onde ela aceita ir para lutar pelo que acredita? É a Capitã Marvel na luta de sua vida!

No Brasil: Guerra Civil II 1-6 (Panini)

 

Encontro de Gerações

Generations: Captain Marvel & Captain Mar-Vell, Generations: Ms. Marvel & Ms. Marvel (2017)

De repente, os atuais heróis da Marvel recebem um presente: estar lado a lado com seus antecessores num verdadeiro encontro de gerações. E Carol Danvers, seja como Miss ou Capitã,  estrelou dois desses encontros!

Num deles Carol, como a atual Capitã Marvel, encontra-se cara a cara com alguém que ela nunca pensou rever – Mar-Vell dos Kree, o Capitão Marvel original, que havia falecido anos atrás na luta contra um câncer!

No outro encontro Kamala Khan a atual Miss Marvel, de repente se vê como estagiária na Revista Mulher – um antigo local de trabalho de Carol Danvers. É a deixa para a nova Miss. Marvel encontrar aquela que inspirou seu nome no início de sua carreira super-heroica!

No Brasil: Avante, Vingadores! 3ª Série – n° 23 (Panini)

 

A Vida da Capitã Marvel

The Life of Captain Marvel 1-5 (2018)

Com a proximidade do filme da personagem, a Marvel apresentou uma releitura da origem da Capitã Marvel mais alinhada com a versão dos cinemas: quando súbitos ataques de ansiedade a afetam no meio de uma luta, Carol se vê rememorando uma vida que há muito pensava ter deixado para trás. Mas há segredos perturbadores na vida da Capitã Marvel – e o que ela vai descobrir vai transforma-la para sempre!

Se prepare para alguns retcons revelando a verdadeira natureza da herança Kree de Carol! Uma boa pedida para quem quer conhecer a personagem, ou mesmo para leitores antigos que querem revisitá-la!

No Brasil: A Vida da Capitã Marvel (Panini)

 

 

Faltou algo? Então escreve pra gente! Gostou? Então confira nosso acervo de quadrinhos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *